Curso: História dos Comunistas Brasileiros (1922-1990)

O portal A Coluna e a Escola de Formação Luiz Carlos Prestes (ELCP) apresentam o curso online “A História dos Comunistas Brasileiros” que ocorreu entre os dias 10 de outubro e 05 de dezembro de 2020. Contamos com a participação do jornalista Breno Altman, dos historiadores Paulo Pinheiro Machado, Anita Leocadia Prestes e Gustavo Rolim, e do sociólogo Geraldo Barbosa.

Em muitos aspectos, a história dos comunistas no Brasil se confunde com a própria história do povo brasileiro. Os comunistas sofreram, em comunhão com o povo, a cólera brutal da contrarrevolução que até hoje não admite nem os mais tímidos passos em direção à uma democracia substancial em nossas terras. Não há dúvidas do porquê: a única alternativa histórica para liberar o proletariado, salvar a humanidade da sua auto-extinção e restaurar a unidade do gênero humano, é o comunismo.

É certo que a história da esquerda no Brasil não se resume à história do Partido Comunista Brasileiro. Já em meados do século XX, as cisões do PCB deram origem a novas expressões da esquerda e do comunismo organizado no país. Mas é impossível realizar um balanço histórico razoável que menospreze o seu papel, centrado apenas no velho ou novo trabalhismo, ou nas suas expressões mais contemporâneas, ainda que importantes, como o PT e o PSOL.

Também, creditar os fracassos históricos da esquerda brasileira aos diversos erros táticos cometidos ao longo de sua história pode incorrer numa penitência exagerada, quase beirando à uma confissão pecaminosa que classifica e rivaliza suas diferentes falhas. Por outro, associar excessivamente nossas derrotas à violência da contrarrevolução é uma incoerência teórica, haja vista que esse aspecto da luta de classes é conhecido há tempos.

O curso sobre a História dos Comunistas Brasileiros que aqui apresentamos compartilha do objetivo político central do portal A Coluna: contribuir na correção da linha estratégica da esquerda brasileira para um sentido revolucionário através da análise da sua história. Dividido em cinco aulas que coincidem com cinco períodos distintos, o curso não se limita apenas a uma revisão cronológica, e pretende analisar como se comportaram os comunistas brasileiros diante dos desafios históricos do seu tempo. Serão recuperadas suas análises, tendências, táticas, política de alianças, e, sobretudo, o desdobramento da estratégia de revolução em sua política geral. Esperamos assim, contribuir para formar um novo contingente de militantes e estudantes conhecedores da história dos comunistas brasileiros, engajados em uma reflexão crítica sobre o seu legado político.

O curso foi aberto a todos e todas, sem distinção entre militantes partidários ou independentes.

Os palestrantes, foram selecionados pelo seu rigor teórico, comprometimento ideológico e honestidade política. As aulas foram gratuitas e realizadas de forma online. Foram disponibilizadas ementas e bibliografia básica selecionada pelos palestrantes. O cronograma do curso foi, portanto, dividido da seguinte forma:

1ª aula – Dos primeiros anos do PCB ao Levante de 1935 (1922-1935) – Breno Altman
2ª aula – Os comunistas no Estado Novo (1935-1945) – Anita Leocadia Prestes
3ª aula – Os comunistas na República de 1946 (1945-1964) – Paulo Pinheiro Machado
4ª aula – Do golpe de 1964 à Anistia (1964-1979) – Geraldo Barbosa
5ª aula – A Carta aos Comunistas e os últimos anos de Prestes (1979-1990) – Gustavo Rolim

Clique aqui para acessar a bibliografia do curso

AULA 1 Dos primeiros anos do PCB ao Levante de 35 – Breno Altman

AULA 2 – Os comunistas no Estado Novo (1935-1945) – Anita Leocadia Prestes

AULA 3 – A República de 46 (1945-1964) – Paulo Pinheiro Machado

AULA 4 – Do Golpe de 1964 à Anistia (1964-1979) – Geraldo Barbosa

AULA 5 – Carta aos Comunistas e últimos anos Prestes (1979-1995) – Gustavo Rolim